facto: sou uma pessoa ferozmente protectora da minha privacidade. como consequência disto, nunca ninguém me apanha a ter conversas privadas ou delicadas em sítios públicos - se começam a tentar falar seriamente comigo e não estamos a sós, eu prefiro parar a conversa até ter a certeza de que tenho privacidade para continuar, sentindo-me segura. também detesto discutir perante terceiros assuntos que só a mim me dizem respeito, mesmo que não sejam considerados propriamente íntimos. sinto que ninguém tem que saber da minha vida além das pessoas com quem escolho partilhá-la directamente, e fico muito constrangida quando me encontro numa situação em que pessoas que mal conheço ficam a saber demasiado (na minha perspectiva) sobre mim.

Sem comentários:

Enviar um comentário