estou a criar labirintos dentro de mim, a explorá-los; a aguçar a minha visão do mundo, a torná-la cada vez mais distinta, cada vez mais minha; a encontar a minha visão sobre a vida, sobre o que me rodeia, e a aprofundá-la cada vez mais. a abandonar o superficial; a perder-me no intrincado.

um dia escreverei um livro.

Sem comentários:

Enviar um comentário