adoro os livros da Agatha Christie. bem sei que não poderiam ser mais diferentes dos policiais modernos, e que são - de acordo com a época - muito formais, um pouco estranhos para nós hoje em dia. mas caramba, aquela senhora fazia arte! julgo que foi a primeira pessoa a escrever um livro usando um conceito agora muito popular, o de unreliable narrator - lembram-se do gone girl? um outro livro dela, as dez figuras negras, é um dos livros mais geniais que li até hoje, e inspirou inúmeros livros do mesmo género (grupo de pessoas fechado algures, as pessoas começam a morrer e o assassino tem que ser um deles). sim, é claro que estes livros não são propriamente actuais, mas também gosto disso: que se baseiem essencialmente na psicologia dos envolvidos para chegar ao assassino, e não propriamente na ciência forense que hoje em dia está tão fortemente presente nos policiais. Agatha Christie foi uma das pioneiras deste género literário e eu acho que ela foi brilhante.

4 comentários:

  1. Tenho em casa uma coleção de livros dela, mas a verdade é que li um ou dois e não me cativaram. Tanto na literatura como nos filmes e séries não sou de policiais, não tenho interesse nenhum em saber que é o assassino. Mas ao ler o teu texto lembrei-me de um outro livro que tem um unreliable narrator. Lolita, do Vladimir Nabokov. Há outros exemplos entre os clássicos da literatura :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já li o Lolita - mas há anos, acho que não devia ter na altura maturidade suficiente para Nabokov. Por isso está na minha lista de to-read :)

      Eliminar
  2. AMO Agatha Christie. Tenho todos os livros do Poirot. Não conheço mais ninguém que goste, por isso fiquei mesmo contente quando li este teu post :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os do Poirot são sem dúvida os meus favoritos! Ele e as suas celulazinhas cinzentas são os melhores :) que bom encontrar alguém que também adore os livros dela! :D

      Eliminar