socorro!

gosto de celebrar o fim de uma etapa stressante com um ou dois dias de carpe diem absoluto: pequeno-almoço a dois em sítios queridos, muitos livros, muitos filmes, muitos passeios, muito sofá, muitos beijos, enfim, aquelas coisas que faríamos todos os dias se pudéssemos (mas que são ainda mais especiais porque não podemos). ele e eu estamos agora a aproximar-nos da recta final de um trabalho que mereceria uma festa espampanante quando concluído, e portanto, em circunstâncias normais, eu já estaria a sonhar com os meus dias de férias que se avizinham. contudo, desta vez mal consigo fazer isso: aquilo com que estou mesmo a sonhar é ter o tempo e a energia necessários para fazer uma limpeza a sério à casa. se há uns tempos me tivessem dito que eu ia estar quase ansiosa por poder limpar a fundo, eu julgar-vos-ia malucos.

Sem comentários:

Enviar um comentário