a saga da depilação definitiva, #1

começou já há uma semana, com a minha primeira sessão na ultimate laser. uma técnica impecável, super atenciosa, super pronta a responder a todas as minhas (muitas!) perguntas, mesmo as mais tontas. ao fim de uma semana, estou exactamente na fase em que ela disse que estaria: os pêlos estão a cair, simplesmente; basta esfoliar suavemente a zona et voilá. não podia estar mais feliz com o resultado.

however.

a dor, senhores, a dor! custou-me tanto, tanto, tanto. cheguei a gemer em voz alta, que foi coisa que não-sei-quantos anos de depilações (dolorosas!) a cera nunca me levaram a fazer. doeu tanto; ao ponto de eu semi considerar a possibilidade de desistir (eu, que não me considero nenhuma flor de estufa!). se a segunda sessão fosse igual, e se eu não tivesse tão má memória para a dor (sei que foi horrível mas já não consigo evocar, nem perto, a qualidade exacta da dor), ponderava nunca mais lá ir. mas sei que nunca mais vai ser tão horrível como o tratamento de choque que recebi a semana passada. então, e apesar do sofrimento  pavoroso (e juro que não é exagero - o que vale é que não durou muito), estou pronta para a próxima :)

2 comentários:

  1. Aconteceu-me o contrário. Eu não conseguia fazer a depilação a cera na maioria das zonas do corpo porque me doía demasiado, era tão insuportável que acabei por desistir porque não aguentava mesmo. Quando comecei a fazer com laser temi ter a mesma reacção, mas felizmente não tive o mesmo problema. Nunca fiz nas axilas, por exemplo, mas nas pernas é bastante suportável e mesmo nas virilhas, que segundo as técnicas é dos piores sítios, é suportável na maioria das zonas. Mas a minha experiência também me diz que à medida que vais fazendo mais sessões, vai doendo ligeiramente menos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui entre nós: fiz nas virilhas, o que, segundo a técnica, é mesmo o pior sítio de todos. E, precisamente ao contrário da cera, o que me doeu horrores nem foram zonas mais internas mas sim a parte superior (talvez por causa do osso...). Como a menina disse mesmo que a dor nas virilhas era a pior, e eu aguentei (a custo, mas aguentei!) o plano é agora ir fazendo mais zonas do corpo.

      Eliminar