talvez não haja nada de que goste mais do que a expectativa das coisas boas que vêm aí, o entusiasmo com um futuro próximo que ainda não é presente (e o presente passa sempre tão depressa, depressa demais.). talvez goste mais disto que das coisas boas em si.

(e que presente pode estar à altura de um futuro tão dourado e cheio de expectativas que se torna quase irreal? oh, alguns, sem dúvida - mas muito poucos.)

2 comentários:

  1. Concordo tanto com isto! Penso muito que a esperança é já uma forma de felicidade. Mas também já fui muito feliz de outras maneiras, mais concretas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é mesmo mesmo isso - a esperança é mesmo uma forma de felicidade. :)

      Eliminar