sonhos

é cada vez mais improvável que eu venha a construir uma casa de raiz (e portanto completamente a meu gosto, exactamente o que quero), e portanto é possível que este sonho nunca passe de isso mesmo - um sonho -, mas uma das coisas que mais gostava de ter em casa é um daqueles bancos almofadados aninhados numa janela enorme. assim:

imagino-me imenso em manhãs de sol e amor, ali sentada com os meus livros e o meu chá. que felicidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário