do amor

ontem roubei-lhe um cachecol. ao fim do dia, quando chegámos a casa e estávamos a arrumar as nossas coisas, ele pegou casualmente no cachecol, cheirou-o, esboçou o maior sorriso e disse este cachecol cheira a ti, que bom enquanto o enrolava ao pescoço. só o tirou esta manhã.

Sem comentários:

Enviar um comentário