a avenida da liberdade é - e acho que vai ser sempre - uma das ruas mais bonitas de lisboa, para mim. especialmente nesta altura do ano, iluminada e linda. não quero saber de todas aquelas lojas (que loucura!) nem do trânsito provavelmente interminável;  adoro percorrê-la, nas faixas do meio, as árvores em meu redor; adoro os banquinhos, tão bons para uma conversa e mil beijos; adoro o meu braço no do filipe, ambos a cantar (ou a desafinar, no meu caso) músicas queridas (nesta altura do ano, de natal). e a vida é bela.

Sem comentários:

Enviar um comentário