a Diana é uma menina tão doce. há uns tempos - penso que no fim de um dia que passámos juntas, quando ela tinha que voltar para os pais, o que é sempre um momento muito doloroso - dei-lhe um dos nossos peluches, para que pudesse levá-lo, cuidar dele e (talvez) sentir-nos assim mais próximas. ela escolheu o Quiver, um pinguim adorável que já tenho há anos e que é o preferido dela.

uns dias depois ela liga-me, muito preocupada:

- sílvia! acho que perdi o quiver!

acabou por encontrá-lo. a história por detrás do desaparecimento era esta: a nossa mãe pediu à Diana que dormisse a sesta; então a Diana decidiu que o quiver também precisava de dormir a sesta e foi tapá-lo com uma manta, para ele ficar quentinho. e depois só não se lembrou de procurar debaixo da manta. :)

1 comentário: